Home
Fique por dentro das notícias do mundo gospel.

O Natal oferece oportunidades de evangelizar

nigeriaNIGÉRIA – “A celebração do Natal no Norte da Nigéria é maravilhosa. Uma semana antes do Natal já se pode perceber um espírito de alegria entre os cristãos. Árvores de Natal são vistas nas casas, centros comerciais e igrejas. Em Estados como Plateau e Benue, canções de Natal podem ser ouvidas pelo rádio, mantendo o clima cordial. Nos Estados governados pela sharia (lei islâmica), lugares onde as pessoas não têm acesso a meios de comunicação, as igrejas fazem suas atividades para preparar os fiéis para a celebração e para informar os não-cristãos de que uma celebração maravilhosa está para acontecer e que todos são convidados”, escreve Isaac, o nosso colega da Nigéria.

Para os cristãos dos 12 Estados no norte da Nigéria governados pela sharia, o Natal é uma oportunidade maravilhosa para se pregar o evangelho.

Depois do culto no dia do Natal, os cristãos geralmente se reúnem na casa do pastor e fazem uma festa, para qual cada um leva um prato para dividir. É um momento de grande comunhão entre os irmãos, para dar graças ao Senhor por sua fidelidade em suas vidas. Há um clima de alegria pelo sacrifício de Cristo na cruz do calvário por cada pecador.

Em muitos lugares, a festa na casa do pastor é seguida de visitas aos lares dos cristãos para levar encorajamento. Cantam-se canções especiais que falam de Cristo e de seu gesto de amor.

Semelhantemente, a alegria demonstrada pelas crianças e seus pais no dia de Natal prova que alguma coisa boa está acontecendo. Os pais geralmente vestem as crianças com roupas especiais. Nas cidades, todos os parques ficam lotados de pais e filhos, passeando e aproveitando o dia. Vários grupos de jovens organizam programas diferentes, como gincanas bíblicas e atividades festivas.

Nas áreas rurais, habitadas tanto por cristãos como por muçulmanos, as atividades do dia de Natal tornam-se uma oportunidade para falar de Jesus na presença dos muçulmanos. Embora alguns deles deixem o lugar imediatamente quando percebem do que se trata, sempre há aqueles que ficam e ouvem sobre Cristo pela primeira vez. Em alguns casos, não-cristãos (incluindo os muçulmanos) assistem a programação com a esperança de receber presentes e comida depois do culto; então eles também ouvem sobre Jesus Cristo.

O Natal é também o tempo que alguns cristãos aproveitam para entrar em contato com os mais tradicionais chefes da região para visitá-los. Nem todos estão abertos a isso, mas muitos aceitam. Nas visitas, os cristãos mostram que são pessoas de paz e obedientes às autoridades, apesar da perseguição que enfrentam.

Esses chefes geralmente comentam sobre as atitudes dos cristãos, encorajando-os a continuar o bom trabalho. No final da visita, o líder normalmente recebe de presente uma cópia da Bíblia.nigeria1

Porém, para aqueles que se converteram do islamismo a Cristo, as comemorações públicas de Natal são geralmente um tabu. Principalmente nas regiões onde podem ser facilmente reconhecidos, eles comemoram o Natal em locais fechados. Comemorações públicas podem trazer problemas, dependendo do papel que exercia na sociedade antes de sua conversão.

Pedidos de Oração

Enquanto a maioria de nós comemora o Natal em liberdade e em segurança, há que precisam de nossas orações:

1 – Sani Kibili: Um tribunal da sharia sentenciou Sani a três anos de prisão por causa de sua fé. Muçulmanos de sua vila o acusaram de insultar Maomé, e isso resultou em um julgamento ilegal. Ele não teve o direito de se defender e foi mandado para a prisão sem a chance de pagar fiança. A Portas Abertas está pagando um advogado para ajudá-lo nesse caso. Sua família irá comemorar este Natal sem sua presença. Será um momento difícil para todos. Ore para que a graça do Senhor sustente Sani e sua família durante as comemorações de Natal.

2 – Mônica Luka: Mônica perdeu o marido e o filho mais velho quando guerrilheiros invadiram sua casa durante conflitos religiosos em Kano, em maio de 2004. Enquanto Mônica tentava se recompor, outra tragédia aconteceu. Em novembro de 2007, ela perdeu outro filho, de 7 anos, que morreu de pneumonia. Ore para que o Senhor transforme sua tristeza em louvor e alegria neste Natal.

3 – Interceda pelos cristãos que testemunham Cristo neste Natal. Que esses testemunhos glorifiquem o nome de Deus.

Tradução: Sandra Mistro

Fonte: http://www.portasabertas.org.br/

Tags: , , ,

Faça seu comentário


Warning: implode() [function.implode]: Invalid arguments passed in /home/storage/5/af/49/pibja1/public_html/jubalitpb/blog/wp-content/themes/mimbo/single.php on line 94