Home
Fique por dentro das notícias do mundo gospel.

Jesus Vida Verão começa com polêmica

jesusvidaveraoA partir desta sexta-feira(09), as areias da Praia da Costa, em Vila Velha, serão palco de mais uma edição do Jesus Vida Verão. Nos próximos três finais de semana (toda sexta e sábado), a partir das 19 horas, cerca de 30 mil pessoas por dia devem comparecer ao evento. Além dos shows musicais, também tem início a polêmica.

Os moradores da Praia da Costa reclamam do barulho e do caos no trânsito decorrentes da superlotação da praia. “A Praia da Costa não está preparada para grandes eventos, não tem espaço adequado. Ninguém é contra a Igreja Batista ou ao encontro, nós colocamos em nosso jornal da associação que o show do Lulu Santos – realizado em 2007 – trouxe transtornos, e deu muito mais gente, mas foi apenas um dia”, argumenta o presidente da Associação dos Moradores da Praia da Costa, Gilson Pacheco.

O evento é alvo de uma Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público contra o município de Vila Velha e data do final de 2001. O processo, que está tramitando, tem o intuito de não extinguir o evento, mas de remanejá-lo para um outro local mais viável estruturalmente.

‘A praia é de todos’

Segundo o organizador do evento, o pastor Evaldo Carlos dos Santos, a Igreja não vai abrir mão do espaço na orla. “Acho que existe perseguição no aspecto de não quererem que a gente esteja ali, minimizando o que fazemos e de não enxergar o propósito desse evento. É como se a praia fosse somente daqueles moradores, mas a Constituição Federal diz que a praia é de todos”, rebateu o pastor.

Em relação à poluição sonora, ele disse que esse ano haverá novos recursos para diminuir o som para não incomodar os moradores próximos ao local. “Vamos melhorar a questão do som. Este ano estamos com um projeto novo com torres de delay, que facilitam para a pessoa que está mais distante possa ouvir o som mais próximo, e ao mesmo tempo facilita para que a gente não precise colocar uma pressão sonora muito grande nas caixas da frente do palco”, explicou.

Na última terça-feira(06), cinco secretários da Prefeitura de Vila Velha se reuniram com os representantes dos comerciantes da orla, associação dos moradores e organização do Jesus Vida Verão. A discussão foi realizada a fim de criar medidas que amenizem os impactos decorrentes do evento, já que a autorização para a localização já havia sido concedida pela gestão anterior, segundo o secretário de Transportes do município, Oswaldo Maturano.

Os comerciantes da orla sugeriram que o evento fosse transferido para a Prainha, mas a hipótese foi rejeitada pela organização. Segundo o pastor Evaldo, o evento é praiano e não tem sentido ser realizado em outra localidade. “O evento tem cara de verão, o próprio nome do evento diz, e a lei que instituiu o evento, diz claramente que ele tem que ser realizado na Praia da Costa. E temos certeza que o Jesus Vida Verão atrai um potencial turístico tremendo para a cidade. Pelo menos 40 ônibus de Belo Horizonte devem vir este ano”, destacou.

O secretário municipal de Transportes, Oswaldo Maturano, salientou que a prefeitura vai se colocar como interlocutora do processo e as discussões para a mudança ou não do evento de local vão recomeçar a partir de março. Enquanto isso, algumas medidas serão tomadas para que o Jesus Vida Verão não cause transtornos na região. Será proibido o estacionamento de veículos no lado direito da orla, na Avenida Gil Velozo; 30 guardas municipais de trânsito e 10 fiscais de transporte coletivo atuarão nos dias do evento; os semáforos da orla serão reajustados e terão um aumento no tempo de abertura e os das vias secundárias terão o tempo reduzido; entre outras medidas.

Fonte: Gazeta Online e Gospel+

Tags:

Faça seu comentário