Home
Fique por dentro das notícias do mundo gospel.

Lucas Souza lança novo cd: Cidade de Amor

lucas-souza

Devido a essa certa “banalização” do meio gospel é raro achar algo diferente e que valha um comentário, é muita “chuva”, é muito “paizinho”, é muito “me abençoa” e pouco conteúdo, por isso que creio que quando se grava algo bom de verdade, esse deve ser comemorado e conseqüentemente elogiado para que continue fazendo um som bom de verdade, uma adoração em verdade e um louvor com verdade. Esse é o caso de “Cidade do Amor”, o novo álbum de Lucas Souza Banda.

Em 2006 Lucas Souza foi considerado como a “salvação da música gospel” com seu álbum “Caminho de Revolução”, lançado um ano antes e que até hoje é considerado um passo a frente na música gospel brasileira, devido aos arranjos e letras com grande influência de famosos grupos de louvor internacionais, como Hillsong United e Delirious? (este último teve duas músicas regravadas com versões em português no álbum.

“Cidade do Amor”, ao meu ver, conseguiu fazer algo que eu mesmo não acreditava que a Lucas Souza Banda faria: amadurecer ainda mais seu som em relação a seu último álbum de inéditas, “Caminho de Revolução”. São letras cada vez mais poéticas e profundas, arranjos muito mais coesos e um experimentalismo com elementos eletrônicos que deu um tom totalmente diferente a qualquer outro trabalho gospel que se tenha visto no Brasil. Comparo este trabalho a “World Service” do Delirious? onde não se tinha esperanças que a banda evolui-se mais, foi então que ela lançou este que é considerado por muito como o melhor álbum da carreira do Delirious?.

As quatro primeiras músicas do álbum já mostram para o que ele veio. Cidade Acesa (disponível no MySpace) é o mais puro Rock Adoração de Lucas Souza Banda, a marca que deu a banda o status que tem, é então que começa a faixa 2, O Mundo Viu a Sua Luz, que marca o novo momento da banda: o amadurecimento. Os experimentalismo com elementos eletrônicos fazem o começo da música lembrar Andy Hunter, famoso Dj cristão americano, porém, o decorrer da música mostra outra coisa: o mesmo Rock Adoração somado a esses elementos eletrônicos formando uma música magnífica, começando muito bem o álbum.

A terceira música, Eu Só Penso em Você (disponível para download gratuito) será o primeiro single, ela é linda, mas é apenas uma “introdução” para o que eu chamaria de “carta na manga” do álbum, que é a faixa título Cidade do Amor, faixa 4, e provavelmente a melhor música do álbum não pelo Rock, não pela Adoração, mas pelo conjunto desta obra de arte que me lembra a marca que With or Without You deixou em “Joshua Tree”, mais famoso, vendido e elogiado álbum do U2.

A faixa 5, O Amor Dobra os meus Joelhos, acalma os ânimos com um brit-rock rápido e direto preparando o clima para O Lar, a faixa 6 de “Cidade do Amor”. Está música é um achado, toda ela gera um clima magnífico e diferente que realmente nos faz querer ir para O Lar, provavelmente não será um dos singles do álbum, mas com certeza será uma das mais lembradas.

Quebra e Refaz realmente não é uma das melhores, mesmo porque a idéia dela não é ser mesmo uma das melhores, e sim ser uma das mais profundas, destas de se ouvir no carro em uma viagem, no quarto antes de dormir ou até mesmo durante ou depois de uma oração, ela precede a nova versão de Eu Quero Ir, principal sucesso de “Caminho de Revolução”, que agora recebe uma nova roupagem e conceito, toda ela segue um estilo, um novo tom e uma nova linha, Nesse ponto não dá para perceber, mas o álbum já está acabando.

Teus Olhos, Meus Horizontes e Universo a sua Volta tem como principal marca a alta utilização de teclados e elementos eletrônicos como destaque, apesar de serem totalmente diferentes entre si (uma é bem lenta e outra é mais rock, respectivamente) as duas criam um belo clima devido a beleza de suas letras, poéticas e sem exageros, o que é imprescindível para uma boa obra.

A faixa 11, Incomparável Tanto Amor, é literalmente um grito de afirmação de algo que todos sabemos, mas que geralmente não lembramos, o nosso dia, a nossas vidas e nós mesmos, uma letra boa, marcante e feita para se pensar, lindamente regada a um rock muito bem feito, eu me arrisco a dizer gracioso, se é que isso é possível no Rock, mas se for eu devo dizer que Lucas Souza Banda conseguiu fazer. Enfim chegamos ao fim do cd, com uma música de nome no mínimo curioso para uma música gospel, “Perdido no Espaço?” é uma surpresa, ou duas? Está faixa só é explicável sendo ouvida.

lucas-souza-banda

Lucas Souza Banda conseguiu juntar o seu Rock Adoração a música de Louvor inteligentes e bem feitas, até agora o melhor álbum lançado no ano, superando até mesmo o novo do U2, “No Line on the Horizon”. A produção de “Cidade do Amor” e masterização (feita em Londres no estúdio Abbey Road que já masterizou entre outros, até Beatles) com certeza fizeram a diferença, ótima intercalação entre louvor e rock, guitarras sem exageros, bateria magnífica, letras e vocais impecáveis e o principal e maior destaque do álbum: o teclado e os elementos eletrônicos.

Lúcio Souza, irmão de Lucas, tecladista e produtor do álbum, se superou mais uma vez, com certeza irá fazer falta na banda, já que após terminar o álbum foi morar em Dublin. Este trabalho com certeza fechou com chave de diamante toda a carreira de Lúcio junto com a Lucas Souza Banda, uma obra de arte, um conjunto de sons e arte inacreditáveis, um momento único e oportuno, uma beleza vista raras vezes na vida, uma cidade, um objetivo: o Amor, uma “Cidade do Amor”.

Depois de ouvir esse CD eu posso reafirmar com toda a certeza que Lucas Souza Banda é definitivamente o futuro da música gospel nacional.

Renato Cavallera, jornalista e colunista da Rede G+ (Dotgospel, Gospelmais, Gnoticias, etc.)

Tags: , ,

1 Comentário

  1. estou interessada para contratar sua banda, gostaria de saber outros detalhes como valor, estrutura de palco, som e etc.

Faça seu comentário